Banido do Oscar, Will Smith diz: "aceito e respeito a decisão"

Apesar de a Academia ter tomado a decisão agora, o ator já havia declarado sua saída na semana passada.

O ator ainda pode ser indicado ao Oscar novamente, mas não poderá comparecer a nenhum evento da Academia por dez anos.
O ator ainda pode ser indicado ao Oscar novamente, mas não poderá comparecer a nenhum evento da Academia por dez anos. - Crédito: Shutterstock

por Maria Luiza Pimentel
Publicado em 08/04/2022 às 17:50
Atualizado às 17:50

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Nesta sexta-feira, 8, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, anunciou que Will Smith está banido de qualquer evento relacionado a organização. Essa decisão veio em decorrência ao tapa dado pelo ator em Chris Rock, durante o Oscar de 2022. Desde então, o assunto repercutiu muito na mídia e o público se dividiu entre apoiar ou repudiar a atitude do ator.

"O Conselho decidiu, por um período de dez anos a partir de 8 de abril de 2022, que o Sr. Smith não poderá participar de nenhum evento ou programa da Academia, pessoalmente ou virtualmente, incluindo, mas não se limitando ao Oscar", disse o comunicado emitido por David Rubin, presidente da Academia, e Dawn Hudson, CEO da organização.

Ainda no mesmo texto, a Academia considerou a atitude do ator "inaceitável e prejudicial" e desejou melhoras ao mesmo. Apesar da tomada de decisão só ter acontecido oficialmente agora, Will já havia declarado sua saída como membro da organização no dia 1º de abril. Embora esteja expulso e não possa comparecer a qualquer cerimônia, o ator ainda pode ser indicado.

Questionado pelo site Page Six, Will afirma que "aceita e respeita a decisão da Academia", em relação a sua expulsão. Vale mencionar que o ator também optou por se internar em uma clínica de reabilitação para processar o ocorrido.

Leia também