Will Smith, Beyoncé e mais momentos icônicos do Oscar 2022

Will Smith recebeu a estatueta de "Melhor Ator" por sua atuação em "Richard King: Criando Campeãs"

Cerimônia premiou "No Ritmo do Coração" como "Melhor Filme".
Cerimônia premiou "No Ritmo do Coração" como "Melhor Filme". - Crédito: Instagram/@theacademy/@beyonce

por Caroline Ferreira
Publicado em 28/03/2022 às 10:15
Atualizado às 10:15

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Na noite deste domingo, 27, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood realizou a 94ª edição do Oscar, premiando as melhores produções de 2021.

"No Ritmo do Coração" faturou o maior prêmio da cerimônia, levando "Melhor Filme", enquanto a ficção científica "Duna" levou o maior saldo de estatuetas. Foram seis, das dez indicações que recebeu.

Se por acaso você não acompanhou ou perdeu algum momento icônico do evento, reunimos aqui os principais destaques da noite. Vem conferir!

Queen Be abrindo a noite

Ela está de volta! Apesar de diversos prêmios terem sido entregues antes da transmissão ao vivo, a cerimônia começou, de fato, com uma apresentação mega poderosa de Beyoncé, ao som de "Be Alive", trilha de "King Richard: Criando Campeãs". 

Vale dizer que como as apostas já indicavam, a canção acabou perdendo a estatueta para "No Time to Die", de Billie Eilish em "007 - Sem Tempo Para Morrer".

Críticas ácidas

A cerimônia foi comandada por um trio de milhões. Amy Schumer, Regina Hall e Wanda Sykes não deixaram que quase ninguém passasse ileso nos textos de abertura e nos intervalos da premiação. 

Um exemplo foi quando as humoristas comentaram o ritmo lento de algumas produções, como é o caso de "Ataque dos Cães" e do Oscar honorário recebido por Samuel L. Jackson. Aliás, Sykes chegou a brincar com o prêmio ao soltar um "Meh..." para o ator que, apesar de toda versitilidade, ainda não estrelou uma comédia romântica. 

Homenagens

Entre as homenagens da noite, o Oscar comemorou os 60 anos do espião James Bond nas telonas, exibindo um clipe com os melhores momentos da produção ao som de "Live and Let Die", de Paul McCartney, tema de "Com 007 Viva e Deixe Morrer". 

Além disso, a premiação teve um encontro dos elencos de "Pulp Fiction", "Homens Brancos Não Sabem Enterrar" e os 50 anos desde o primeiro "O Poderoso Chefão". 

Ator surdo

Certamente um dos momentos mais emocionantes ficou por conta da entrega da estatueta para Troy Kotsur como "Melhor Ator Coadjuvante", em "No Ritmo do Coração". O ator foi o primeiro homem surdo a ser indicado e vencer. 

O prêmio foi entregue pelas mãos da atriz sul-coreana Youn Yuh-jung, que trouxe um discurso em língua de sinais.

Curtindo a premiação de roupão?

Sem ter acesso à premiação pela TV, Hans Zimmer "zerou" a web com a segunda vitória da carreira por "Melhor Trilha Sonora". Em um tweet, ele apareceu de roupão, festejando o prêmio e brincou. "São duas da manhã em Amsterdã e a minha filha, Zoe, me acordou para irmos ao bar do hotel". 

Animosidade de milhões

Para encerrar os principais destaques, é impossível não citar a briga entre Will Smith e o comediante Chris Rock. Tudo começou quando o humorista fez uma "piada" com o visual de Jada Pinkett Smith, esposa do ator, que surgiu careca na cerimônia, consequência de alopecia, que causa da queda dos fios. 

Com os ânimos bem exaltados, Will levou da cadeira, subiu ao palco e acertou um tapa daqueles na cara de Chris. Ao sair, ainda proferiu alguns palavrões. 

De início, alguns chegaram a pensar que tudo não passava de uma encenação, algo combinado mesmo, mas depois de algumas análises notou-se de que ali não havia brincadeira alguma. Aliás, nos bastidores, Denzel Washington precisou acalmá-lo.

Will, que levou o Oscar de "Melhor Ator" chegou a se desculpar com os membros da Academia e se declarou "um defensor da família", por quem "comete loucuras por amor".

Confira a lista de vencedores:

Melhor Filme

  • Belfast
  • No Ritmo do Coração – VENCEDOR
  • Não Olhe Para Cima
  • Drive My Car
  • Duna
  • King Richard
  • Licorice Pizza
  • O Beco do Pesadelo
  • Ataque dos Cães
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Jessie Buckley (A Filha Perdida)
  • Ariana DeBose (Amor, Sublime Amor) – VENCEDORA
  • Judi Dench (Belfast)
  • Kirsten Dunst (Ataque dos Cães)
  • Aunjanue Ellis (King Richard)

Melhor Ator Coadjuvante

  • Ciarán Hinds (Belfast)
  • Troy Kotsur (No Ritmo do Coração) – VENCEDOR
  • Jesse Plemons (Ataque dos Cães)
  • J.K. Simmons (Apresentando os Ricardos)
  • Kodi Smit-McPhee (Ataque dos Cães)

Melhor Animação

  • Encanto – VENCEDOR
  • Flee
  • Luca
  • A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas
  • Raya e o Último Dragão

Melhor Curta Animado

  • Affairs of the Art
  • Bestia
  • Boxballet
  • Robin Robin
  • The Windshield Wiper – VENCEDOR

Melhor Roteiro Original

  • Belfast – VENCEDOR
  • Não Olhe Para Cima
  • King Richard
  • Licorice Pizza
  • A Pior Pessoa do Mundo

Melhor Roteiro Adaptado

  • No Ritmo do Coração – VENCEDOR
  • Drive My Car
  • Duna
  • A Filha Perdida
  • Ataque dos Cães

Melhor Curta em Live-Action

  • Ala Kachuu – Take and Run
  • The Dress
  • The Long Goodbye – VENCEDOR
  • On My Mind
  • Please Hold

Melhor Design de Produção

  • Duna – VENCEDOR
  • O Beco do Pesadelo
  • Ataque dos Cães
  • A Tragédia de Macbeth
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Figurino

  • Cruella – VENCEDOR
  • Cyrano
  • Duna
  • O Beco do Pesadelo
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Documentário

  • Ascension
  • Attica
  • Flee
  • Summer of Soul – VENCEDOR
  • Writing with Fire

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Audible
  • Lead Me Home
  • The Queen of Basketball – VENCEDOR
  • Three Songs for Benazir
  • When We Were Bullies

Melhor Som

  • Belfast
  • Duna – VENCEDOR
  • 007 – Sem Tempo Para Morrer
  • Ataque dos Cães
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Direção de Fotografia

  • Duna – VENCEDOR
  • O Beco do Pesadelo
  • Ataque dos Cães
  • Amor, Sublime Amor
  • A Tragédia de Macbeth

Melhor Edição

  • Não Olhe Para Cima
  • Duna – VENCEDOR
  • King Richard
  • Ataque dos Cães
  • Tick, Tick… Boom!

Melhores Efeitos Visuais

  • Duna – VENCEDOR
  • Free Guy – Assumindo o Controle
  • 007 – Sem Tempo Para Morrer
  • Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis
  • Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa

Melhor Maquiagem

  • Um Príncipe em Nova York 2
  • Cruella
  • Duna
  • A Casa Gucci
  • Os Olhos de Tammy Faye – VENCEDOR

Melhor Filme Internacional

  • Drive My Car (Japão) – VENCEDOR
  • Flee (Dinamarca)
  • A Mão de Deus (Itália)
  • A Felicidade das Pequenas Coisas (Butão)
  • A Pior Pessoa do Mundo (Noruega)

Melhor Trilha Sonora Original

  • Não Olhe Para Cima
  • Duna – VENCEDOR
  • Encanto
  • Mães Paralelas
  • Ataque dos Cães

Melhor Canção Original

  • Be Alive (King Richard)
  • Dos Oruguitas (Encanto)
  • Down to Joy (Belfast)
  • No Time to Die (007 – Sem Tempo Para Morrer) – VENCEDOR
  • Somehow You Do (Four Good Days)

Melhor Direção

  • Kenneth Branagh (Belfast)
  • Ryusuke Hamaguchi (Drive My Car)
  • Paul Thomas Anderson (Licorice Pizza)
  • Jane Campion (Ataque dos Cães) – VENCEDORA
  • Steven Spielberg (Amor, Sublime Amor)

Melhor Ator

  • Javier Bardem (Apresentando os Ricardos)
  • Benedict Cumberbatch (Ataque dos Cães)
  • Andrew Garfield (Tick, Tick… Boom!)
  • Will Smith (King Richard) – VENCEDOR
  • Denzel Washington (A Tragédia de Macbeth)

Melhor Atriz

  • Jessica Chastain (Os Olhos de Tammy Faye) – VENCEDORA
  • Olivia Colman (A Filha Perdida)
  • Penélope Cruz (Mães Paralelas)
  • Nicole Kidman (Apresentando os Ricardos)
  • Kristen Stewart (Spencer)

Leia também