"Eu era ignorante", diz Marcelo Dourado por falas homofóbicas

O campeão do BBB10 admitiu que errou em algumas declarações durante sua participação no reality show

No Instagram, Marcelo Dourado pediu desculpas por suas falas homofóbicas.
No Instagram, Marcelo Dourado pediu desculpas por suas falas homofóbicas. - Crédito: Instagram/@marcelodourado

por Redação/FC
Publicado em 18/02/2022 às 14:15
Atualizado às 14:15

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Marcelo Dourado gravou um vídeo para se retratar sobre alguns comentários polêmicos feito durante sua participação no BBB 10. O vencedor da edição pediu desculpas por suas falas consideradas homofóbicas, e relembrou quando gritou "orgulho hétero" e "resistência heterossexual" para rebater um comentário de Dicesar, que na ocasião disse que "o mundo é gay".

"Rola um vídeo meu de tempos em tempos em que eu falo sobre orgulho hétero, resistência heterossexual dentro de um reality show, sobre condições controladas, específicas, eu sofrendo muita pressão psicológica e provocações diárias dos meus adversários. Mas nada apaga o fato que eu era uma pessoa muito mais ignorante há 12 anos do que sou hoje", começou ele. 

O ex-BBB confessou que na época não entendeu o que o colega quis dizer. "Eu não percebi na hora que a frase que meu adversário falava, 'o mundo é gay', era uma frase de resistência e inclusão. Na minha cabeça limitada, eu pensava que era uma afirmação genérica. Eu não percebia a importância daquilo para as pessoas que estão envolvidas nessa comunidade que são constantemente vítimas de violência", afirmou ele.

Dourado reforçou que a resistência pertence às minorias. "Nenhum hétero foi espancado até a morte por sua sexualidade, diferente da comunidade LGBTQIA+. No Brasil existem casos gravíssimos... Ficar contra essas causas vai contra a história da minha família e contra o meu legado, de filho de refugiados. Na minha cabeça, todos devem ser respeitados igualmente", acrescentou.

O educador físico deixou claro que abomina o preconceito e quer distância de pessoas que tem esse tipo de pensamento. "O meu jeito bruto pode ter confundido muitas pessoas que torceram por mim achando que o que nos unia era o preconceito, de repente confundiram meu ímpeto, minha vontade de ganha, a minha competitividade com meu jeito um pouco mais duro, como uma pessoa preconceituoso, que eu abomino. Se você torceu por mim achando que o que nos une é preconceito, quero distância. Quero nas minhas relações pessoas com empatia, que respeitem a dor do outro, mesmo a gente não entenda. (...) A vida de cada um, só diz respeito a cada pessoa", afirmou.

Para finalizar, Dourado garantiu que não pretende ter a simpatia de ninguém, mas ressaltou que gravou o vídeo para deixar claro que estava reparando um erro que cometeu. "Não pretendo com esse vídeo a amizade nem a simpatia de ninguém. Apenas reparar um erro histórico que eu falei e reconhecer o meu erro, que pode ter sido interpretado como uma fala preconceituosa. Espero que tenham entendido", concluiu. 

Leia também