Filha de Pocah, do 'BBB 21', é alvo de ataques racistas nas redes sociais

Comentários pejorativos foram publicados após um desentendimento de Pocah com Juliette

Essa não é a primeira vez em o racismo vira pauta na edição.
Essa não é a primeira vez em o racismo vira pauta na edição. - Instagram:@pocah

por Caroline Ferreira
Publicado em 20/04/2021 às 11:49
Atualizado às 11:49

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

A equipe responsável pela administração das redes sociais de Pocah, participante do Big Brother Brasil 21, compartilhou na noite desta segunda-feira (19), uma sequência de fotos expondo os ataques racistas que Vitória, filha da sister, vem sofrendo nos últimos dias.

Na publicação, internautas chamaram a criança de 5 anos de "macaca", "neguinha fedida", além das ameaças de agressões físicas e comentários pejorativos sobre o cabelo de Totoyah, como é conhecida.

Toda a reverberação aconteceu após um desentendimento entre Juliette e Pocah que, durante a formação do paredão no último domingo (18), votou na sister. "Conseguiu ler tudo? Se você conseguiu ler a tudo isso sem chegar ao final com o estômago embrulhado e até certa verginha de ser humano, pare aqui. Esse texto não é para você. É louco pensar que essas mensagens, direcionadas a uma criança de 5 anos, são motivadas exclusivamente porque a mãe dela resolveu... votar em um jogo de votação, né?", escreveu o perfil da funkeira. 

Respondendo aos ataques, os administradores de Juliette se pronunciaram afirmando que repudiam qualquer ataque que incite ódio. "Continuaremos sem aceitar ver, e repudiando veementemente qualquer ataque que incite ódio, ou seja, crime. Isso é um jogo, existem limites. Atacar a filha da Pocah é um absurdo".

Perfil Juliette
Equipe da sister também se manifestou contra os ataques sofridos por Vitória. Crédito/Twitter: @FreireJuliette

Quanto à suspeita de que os comentários teriam sido feitos pela própria torcida da paraiabana, eles afirmam que são pessoas tentando manchar a imagem da sister. "Nós já temos todos os prints de torcida alheia se passando por cacto pra cometer essas atrocidades racistas. Um show de horrores que passa em muito todos os limites. Catos que fazm isso também têm o nosso repúdio".

Ronan Souza, noivo de Pocah também se manifestou sobre o caso e afirma já ter identificado alguns autores dos ataques. "Vocês que foram no perfil da Vitória falar merda para uma criança, joga o CHIP fora, já achei 4 de vocês. João Pessoa, Florianópolis, e 2 do Rio. Já já tem uma supresinha", disse em um tweet. 

Racismo do reality 

Essa não é a primeira vez que o racismo se torna pauta entre os participantes do programa. Antes de ser eliminado, o ex-BBB Rodolffo Matthaus comparou o cabelo de João Luiz a uma peruca de homem das cavernas. Na situação, Pocah comentou sobre a necessidade do sertanejo reconhecer o erro e se desculpar. 

No mesmo dia, em conversa com os brothers, Pocah relembrou um episódio com a filha. Enquanto penteava o cabelo de Vitória, a menina disse que odiava os próprios cachos, que os achava feio e desejava ter os fios lisos, iguais ao da mãe.

A cantora chegou a questionar a criança sobre alguém ter dito algo, mas não obteve respostas. "Eu falei filha o seu cabelo é lindo, tem poder. Eu fiquei muito mal. Minha filha linda, ela é uma princesa, uma boneca, perfeita. Ver uma criança linda, falar que o cabelo dela é feio, é horrível. Não quero que minha filha passe por isso", comentou. 

Vitória
Nas redes sociais, Pocah sempre compartilha lindos registros da pequena. Crédito/Instagram: @pocah

Leia também