Carla Diaz reage a inquérito de racismo reverso no BBB 21: "não existe"

Em um vídeo publicado nas redes sociais, atriz conta que foi intimada para depor na investigação

A ex-bbb fez questão de mostrar sua indignação e frisar o absurdo.
A ex-bbb fez questão de mostrar sua indignação e frisar o absurdo. - Crédito/Instagram: @carladiaz

por Caroline Ferreira
Publicado em 09/04/2021 às 10:43
Atualizado às 10:43

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

A atriz Carla Diaz compartilhou com seguidores e fãs nesta quinta-feira (8) a notícia de que foi intimada para depor em um inquérito que apura se ela foi vítima de racismo enquanto ainda participava do Big Brother Brasil 21.

Carla Diaz
Atriz demonstrou indignação com processo que apura racismo reverso no reality. Crédito/Twitter: @carladiaz

No vídeo publicado em suas redes sociais, a ex-bbb demonstrou toda a sua indignação e reforçou que não existe racismo reverso. "Essa semana eu fui surpreendida por um policial da DECRADI, a Delegacia de Crimes Raciais. Sim, bateram na minha porta. Levei um susto porque alguém pediu para a delegacia abrir um inquérito e eu vou precisar prestar esclarecimentos de preconceito racial, como se eu fosse a vítima. Como se eu tivesse sido vítima. Acho isso tudo um absurdo, meu advogado está vendo tudo e assim que eu tiver eu aviso vocês", comentou.

A notícia veio à tona justamente na semana em que a pauta racial foi debatida no programa após Rodolffo Matthaus comparar o cabelo de João Luiz a uma peruca da fantasia de homem das cavernas

"Acho importante lembrar que racismo reverso não existe. Vamos ler, nos informar, o programa debateu racismo. Eu estou muito chateada com essa situação. Usaram meu nome sem o meu conhecimento para me colocar nessa situação", frisou a atriz. 

De acordo com o UOL, a denúncia foi realizada por um deputado estadual do Rio de Janeiro, do PSL (Partido Social Liberal). Ele alega que a atriz sofreu preconceito racial por causa de uma fala de Lumena Aleluia: "Comentário foi pejorativo e ofensivo, generalizando a raça branca".