Martine e Kahena entram para a lista de bicampeões olímpicos brasileiros

Com a medalha de ouro, as velejadoras se igualam a Marcelo Ferreira, Robert Scheidt e Torben Grael

Essa é a 19ª medalha olímpica do país na modalidade.
Essa é a 19ª medalha olímpica do país na modalidade. - Instagram: @kunzegrael

por Caroline Ferreira
Publicado em 03/08/2021 às 10:40
Atualizado às 10:40

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Mais uma conquista do Time Brasil para você se orgulhar! Na madrugada desta terça-feira (3), as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze fizeram história, não apenas por alcançarem o maior lugar no pódio dos Jogos de Tóquio, mas por integrarem a seleta lista de bicampeãs olímpicas brasileiras. 

Martine e Kahena
Crédito: Instagram/@kunzegrael/@jonneroriz

De acordo com as informações do Uol, a dupla se conhece desde a infância e foram rivais na classe Optimist, considerada a categoria de iniciação da vela. Em 2016, Martina e Kahena se consagraram as primeiras campeãs olímpicas da classe 49er FX e agora repetiram o feito no Japão.

Martine e Kahena
Crédito: Instagram/@kunzegrael

Liderança em família

Martina é filha de Torben Grael (cinco vezes medalhista olímpico), sobrinha de Lars (que soma duas medalhas), e irmã de Marco, que também competiu no Japão, na classe 49er, ao lado de Gabriel Borges. Já Kahena é filha de Cláudio Kunze, campeão mundial nos anos 80.

Brilhou em Tóquio

Na modalidade, a dupla se iguala a Marcelo Ferreira, Robert Scheidt e Torben Grael. Além disso, dividem o posto de bicampeãs com atletas do vôlei masculino, feminino e com Adhemar Ferreira da Silva, no atletismo.

Essa é a 19ª medalha olímpica do país na modalidade, sendo a sétima edição seguida em que ao menos um velejador brasileiro sobre ao pódio. À frente da vela, apenas o judô que desde Los Angeles, em 1984, conquista uma medalha para o Brasil. 

Leia também