Marina Sena dá entrevista para Bial e se emociona ao falar sobre trajetória

A artista é uma das revelações mais comentadas na música pop nacional recentemente

Durante o programa, Marina apresentou seus hits “Por Supuesto” e “Volta pra Mim”
Durante o programa, Marina apresentou seus hits “Por Supuesto” e “Volta pra Mim” - Instagram/@amarinasena

por Maria Luiza Pimentel
Publicado em 27/04/2022 às 16:30
Atualizado às 16:30

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Na última terça-feira (26), a cantora Marina Sena participou do programa "Conversa com Bial" e o jornalista destacou o sucesso da artista de 25 anos. Em pouco tempo, Marina se tornou um dos nomes mais populares do pop contemporâneo e já acumula mais de 70 milhões de reproduções no Spotify. 

Durante a conversa, a mineira relembra de quando saiu de sua cidade natal, Taiobeiras, no norte de Minas Gerais aos 18 anos. De lá, foi para a cidade Montes Carlos, onde teve sua primeira banda. Mas só quando se mudou para Belo Horizonte que passou por uma mudança significativa e ingressou na carreira solo. Inclusive, ela adicionou que só teve acesso à internet depois dos 15 anos e que isso foi muito positivo para a sua carreira. 

“Achei muito bom. Fez com que a minha originalidade falasse mais do que as minhas referências. Eu amo Taiobeiras, amo ir para lá, adoro minha família, mas não me vejo morando lá”, disse.

Por vir de uma cidade pequena, com cerca de 37 mil habitantes, e filha de uma família simples, Marina diz que teve que encontrar forças nela mesma. “A única coisa que eu tinha era a minha autoconfiança porque se eu não tivesse autoconfiança, eu não estaria aqui hoje com você (Pedro Bial). A autoconfiança foi a única coisa que poderia me levar para onde eu queria. Porque eu não tinha dinheiro, eu não tinha contatos, não tinha parentes, não tinha nada", revela.

Assim como muitos artistas, também teve que lidar com diversos haters online. No caso de Marina, esse choque veio logo no começo da carreira, quando muitos criticavam sua forma de cantar. "Fiquei muito mal. Nunca tinha vivido isso nessa proporção. Encontrar pessoas que me achavam esquisita, muito chamativa, isso sempre existiu, desde Taiobeiras. Gostava de dar uma provocada nessa realidade. Mas quando vem nessa proporção do viral fiquei assustada. Sou artista, não sou celebridade. Achei que não queria ocupar esse lugar. Depois achei que dava conta sim", confessa.

Para finalizar com chave de ouro sua participação no programa, a artista ainda cantou dois de seus hits, “Por Supuesto” e “Volta pra Mim”, faixas que a ajudaram a liderar o ranking das plataformas de streaming.

Leia também