Família de Tom Veiga nega ter feito pedido para exumação do corpo

Ator foi encontrado morto em sua casa no dia 1º de novembro de 2020

Laudo do IML aponta que Tom morreu em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC)
Laudo do IML aponta que Tom morreu em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) - Facebook/TV Globo/Reprodução

por Redação/FC
Publicado em 06/04/2021 às 17:04
Atualizado às 17:04

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

A empresária Cybelle Hermínio Costa, ex-mulher de Tom Veiga, intérprete de Louro José, publicou na tarde desta quarta-feira (7) um vídeo em seu perfil do Instagram rebatendo as informações de que havia envenenado o ator. Além disso, também negou a existência de um pedido de exumação do corpo. 

Tom Veiga e Cybelle
Casamento de Tom Veiga e Cybelle. Crédito/Instagram

"A minha relação com o Tom sempre foi muito carinhosa. Nunca houve nenhum tipo de violência de nenhuma das partes. A gente tinha briga normal, como todo casal, mas nada que fugisse do controle. Sempre tive uma relação muito boa com os amigos. Me surpreende, porque tenho mensagens deles, arquivos de grupos que a gente participava juntos. Desconheço completamente as coisas que estão sendo faladas", explicou.

Cybelle Hermínio
Cybelle Hermínio nega ter envenenado o ex-marido. Crédito: Instagram/@cybelleherminio

"Nunca houve uma separação, de fato. Houve uma briga de casal, como qualquer outro, em meio a uma pandemia. Fui para casa da minha mãe para a gente respirar um pouco. Nunca houve data de assinatura de divórcio", ressaltou Cybelle.

"Diante disso, de envenenamento... Desconheço completamente aquelas marcas, as fotos que estão sendo circuladas nas mídias, absurdo, nunca houve nada disso. Tanto que não tem B.O. registrado. Não tem corpo de delito. Não tem medida protetiva. Eu confio na lei, confio na Justiça, confio também no laudo do IML", finalizou. 

Edson Sobrinho, advogado que representa Cybelle também comentou a respeito do pedido de exumação do corpo. "Essas alegações que estão sendo feitas de exumação de corpo, de forçação de casamento através de doações de bens, testamento, nunca houve isso". Por fim, ainda pediu que os internautas parem com ataques, pois as medidas jurídicas estão sendo tomadas.

Entenda a situação

As acusações chegaram até Cybelle após o Jornal Extra publicar uma matéria na terça-feira (6) indicando que Tom Veiga havia pedido a um amigo que fosse com ele ao cartório testemunhar a retirada do nome da ex-mulher do testamento. Mensagens em áudio haviam sido enviadas ao amigo nos dias 29 e 30 de outubro, dias antes de Tom ser encontrado morto em 1º de novembro.

No mesmo dia, o colunista Leo Dias, do portal "Metrópoles", divulgou que pessoas próximas a Tom teriam dito que a família cogitava pedir a exumação de seu corpo para averiguar um suposto envenenamento.

Já na quarta-feira (7), Alessandra Veiga, a segunda ex-mulher de Tom, informou que, em outubro de 2020, ele teria lhe contado que sofreu agressão por parte de Cybelle em setembro, motivo da separação. O ator também teria lhe mostrado registros dos machucados.

Alessandra e Tom Veiga
Alessandra e Tom Veiga quando estavam casados. Crédito/Instagram

Tom e Alessandra Veiga foram casados de 2006 a 2018, ano em que os dois romperam a relação e ele engatou o relacionamento com a investidora Cybelle Hermínio, se casando em uma cerimônia religiosa em janeiro de 2020, mas a oficialização só aconteceu em 21 de agosto daquele ano. Meses depois o casal se separou.

TAGS