Dayane Mello diz que marcas preferem "branquinhas" e é acusada de racismo

As críticas dos internautas começaram após a modelo dizer em conversa com Tiago Piquilo que não poderia tomar muito sol

Nas redes sociais, a modelo foi duramente criticada.
Nas redes sociais, a modelo foi duramente criticada. - Instagram: @dayanemelloreal

por Caroline Ferreira
Publicado em 21/09/2021 às 12:00
Atualizado às 12:00

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

A modelo Dayane Mello, peoa em "A Fazenda 13", foi acusada de racismo nas redes sociais nesta segunda-feira (20). A história começou após a participante dizer que as marcas preferem "as branquinhas" e não "as morenas" para trabalhos publicitários. 

"Eu não quero mais pegar sol, não posso. Você sabe que não posso ficar muito morena para o meu trabalho", disse em conversa com Tiago Piquilo. "Não?", questionou o sertanejo na sequência. 

"Não, tem que ser branquinha porque as campanhas não querem muito morena. Eles querem uma beleza em um corpo mais elegante do que muito morena, sabe? As marcas às vezes não querem", completou. 

Não demorou muito para que a cena viralizasse nas redes sociais e os internautas a acusassem de racismo. 

Leia também