Após agressões, ex-mulher de DJ Ivis recebe apoio de famosos; veja detalhes

Neste domingo (11), Pamella Holanda compartilhou vídeos em que Ivis lhe agride na frente da filha

Nas redes sociais, artistas demonstraram apoio a arquiteta e influenciadora digital.
Nas redes sociais, artistas demonstraram apoio a arquiteta e influenciadora digital. - Instagram: @pamellaholanda

por Redação/FC
Publicado em 12/07/2021 às 10:08
Atualizado às 10:08

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Imagens de uma câmera de segurança interna que mostram Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, agredindo a ex-mulher, Pamella Holanda, na frente da filha e de outras duas pessoas, foram compartilhados pela vítima neste domingo (11), se tornando um dos assuntos mais comentados do Twitter. 

Além dos vídeos, a arquiteta e influenciadora também publicou fotos de como o seu rosto teria ficado após as agressões e teria feito um boletim de ocorrência contra o ex-marido há pouco mais de um mês, de acordo com as informações do G1.

Pamella
Registros foram compartilhados em seu perfil do Instagram. Crédito: Instagram/@pamellaholanda 

Mesmo com o inquérito policial instaurado, não foi possível prender Ivis em flagrante, pois as agressões teriam acontecido no dia 1º, segundo a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSPDS). 

O veículo também explica que, a Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor de Pamella e que o caso segue em investigação e que a polícia ainda não tinha sido apresentada às filmagens das agressões. 

DJ Ivis 

Com a viralização dos vídeos, o DJ se pronunciou nas redes sociais. "Esses vídeos que estão sendo postando [sic] é cortado", disse ao alegar que não aguentava mais ser agredido.

"Ela postou uns vídeos em que não aguento mais ser ofendido, agredido, tendo que aguentar calado. Muitas pessoas vão me julgar, eu sei, cara. Mas eu não suportava mais isso! Eu recebi chantagens, ameaça de morte, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso", explicou. "Eu tenho 30 anos, eu nunca toquei a mão em ninguém. Mas o que eu passei, não justifica, mas ninguém aguentaria não, meu amigo", continuou.

Na nota, divulgada pelo G1, Iverson reforça os motivos do ocorrido. "Infelizmente não temos vivido uma relação saudável há algum tempo e já faz uma semana que estamos separados de fato. Estamos tentando de todas as maneiras que tudo isso tenha uma solução. Temos uma filha que não precisa viver no meio de conflitos. Desde a separação, semanalmente, envio um valor para as despesas, já deixei pago, pediatra e vacinas da nossa filha", disse.

Ainda segundo o veículo, no dia 13 de março, o DJ registrou um Boletim de Ocorrência contra Pamella, que, segundo o documento, não admitia de forma alguma do fim do relacionamento e que teria ameaçado se jogar do condomínio e sumir com a filha menor.

Repercussão e apoio de famosos 

A Vybbe, escritório comandado por Xand Avião, reponsável por gerenciar a carreira de Ivis, divulgou uma nota oficial afirmando que o artista foi afastado de todos os compromissos após a divulgação dos vídeos. 

Ao final do domingo, Xand Avião também se pronunciou sobre o ocorrido e disse que DJ foi desligado da empresa. 

Nas redes sociais, Pamella recebeu diversas mensagens de apoio. Em seu Instagram, Solange Almeida publicou um vídeo com a hastag "forçapamellaholanda, incentivando que mulheres denunciem casos de agressão. "Você não está sozinha. Em briga de marido e mulher se mete a colher sim. A qualquer sinal denuncie, ligue 180 e evite mais um feminicídio". 

"Você não está sozinha", escreveu a médica e ex-BBB Marcela Mc Gowan. "Nunca encoste a mão em uma mulher! Vamos espalhar amor e paz não só para a Pamella, mas para todas as mais de 12 mil mulheres que são agredidas e violentadas diariamente no Brasil", disse Wesley Safadão.

"Você não está sozinha. Te desejo força e mais coragem do que já teve", disse a influenciadora e ex-BBB, Camilla de Lucas. Gil do Vigor também demonstrou sua indignação. "Estou muito triste e indignado com tudo isso. Minha família é de mulheres e minha mãe sempre me ensinou a respeitar a proteger. Nunca nenhum homem deve levantar a mão para uma mulher, em nenhuma hipótese. Meu apoio a Pamella que colocou a boca no mundo mesmo com toda a pressão social, e que a justiça seja feita", compartilhou no Twitter. 

"Por nenhuma mulher a mais silenciada, a violência não deve e nem pode nos calar. Não existe justificativa. Todo o meu apoio à Pamella e repúdio às cenas e atos de horror do Dj Ivis. Violência contra mulher é crime", escreveu Juliette. 

"Tem provas em vídeo que o cara ESPANCOU A MULHER e o cara tá lá ganhando seguidores. A primeira vez que vi hoje 700 e poucos mil. INACREDITÁVEL", disse Pocah ao ver que mesmo com os vídeos, Ivis continou ganhando seguidores em seu perfil no Instagram. 

"Não se calem! Não se calem jamais!"

Já na manhã desta segunda-feira (12), Pamella se pronunciou pela primeira vez após divulgar os vídeos. "Acabou a vida de vídeo game, a vida de novela, de comercial de margarina pra ganhar em cima! E você nunca foi um cara de família, até porque não sabe o que é ser uma", escreveu. 

Pamella
Pamella se manifestou na manha desta segunda-feira (12). Crédito: Instagram/@pamellaholanda

Leia também