Em Cannes, Bruna Linzmeyer aborda feminismo e a crise de saúde no Brasil

Atriz exibiu axila com pelos e um cartaz com o número de brasileiros mortos pela Covid-19

O filme “Medusa” estreará nesta segunda-feira, 12, na Quinzena dos Realizadores.
O filme “Medusa” estreará nesta segunda-feira, 12, na Quinzena dos Realizadores. - Instagram: @@brunalinzmeyer/@laurentkoffel

por Caroline Ferreira
Publicado em 12/07/2021 às 15:10
Atualizado às 15:10

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Representando o Brasil com o filme "Medusa", de Anita Rocha da Silveira, Bruna Linzmeyer desfilou com um look maravilhoso pelo tapete vermelho do tradicionalíssimo 74º Festival de Cannes. 

Além do vestido vermelho com estampas florais com assinatura da Gucci, a atriz fez questão de reafirmar a importância do feminismo e da saúde pública no Brasil. Tanto Bruna quanto Lara Tremouroux, exibiram as axilas com pelos, afirmando que o controle das decisões do corpo, cabem somente à mulher. 

Bruna e Lara
Crédito: Instagram/@brunalinzmeyer/@thierrytremouroux4410

O elenco também fez questão de levar uma placa com os números de mortes por Covid-19 no país. "533.000 no Brasil morrerram por uma doença que já tem vacina", dizia o texto, escrito em inglês.

O filme "Meduza" será exibido na "Quinzena dos Realizadores" - evento que acontece junto ao festival principal - hoje. 

Leia também