Lembra dela? Veja como está Edna Velho, a eterna 'Musa do Humor'

Hoje, aos 58 anos, Edna Velho trabalha no Banco Central e não descarta volta aos palcos

Edna Velho é formada em Gestão Pública e Pós-graduada em Marketing.
Edna Velho é formada em Gestão Pública e Pós-graduada em Marketing. - Crédito: Instagram/@ednavelho

por Caroline Ferreira
Publicado em 17/05/2022 às 17:15
Atualizado às 17:15

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Mesmo longe das telinhas, Edna Velho, considerada a 'Musa do Humor' na década de 1990, segue mais ativa do que nunca.

Hoje, aos 58 anos, ela é formada em Gestão Pública e Pós-graduada em Marketing. Aprovada em um concurso públco, atua com gestão de pessoas no Banco Central, em Brasília e faz curso de Design Gráfico nas horas vagas. 

Carreira

Sua carreira artística foi iniciada como modelo, marcando presença no programa 'Viva o Gordo', com Jô Soares. Além disso, muita gente também se lembra de suas interpretações em 'A Praça é Nossa'.

Foi somente em 2002, com o nascimento de seu filho, Raphael, fruto do seu relacionamento com o ex-jogador Romário, que Edna deu uma pausa na carreira. "Depois que o meu filho nasceu, tudo que eu queria era um pouco mais de estabilidade, de equilíbrio, de poder controlar meus horários, eu precisava disso. Então foi basicamente por isso", afirmou ao G1. 

E engana-se quem pensa que, mesmo com a pausa, ela deixou de ser atriz, viu? "Se algum dia eu decidir, paralelo ao meu trabalho, fazer uma peça de teatro, algo que não impacte no meu desempenho no Banco Central, eu posso perfeitamente fazer. É só querer. Ter a vontade, querer e ir atrás", reforçou.

Edna tambéma explica que a saudade está focada nos palcos, não na TV. "Basicamente eu trabalhei muito com humor, eu adoro, amo. Mas em questão de teledramaturgia eu já acho uma coisa mais difícil, porque a idade é muito limitadora, entendeu? E eu detesto limite."

"A gente tem que ir sentindo o movimento da vida e ir mudando, buscando outras possibilidades, né? Você tem que buscar outras coisas que te façam feliz. Porque você não pode se sentir feliz só por tá na capa de uma revista e ser considerada o símbolo do símbolo do símbolo. Até porque hoje em dia, isso é muito questionável", acrescentou. 

Leia também