Caldas Country Festival: tudo o que já sabemos sobre o evento

Gusttavo Lima, Maiara & Maraisa e Jorge & Matheus estão confirmados no line-up

O evento retorna para Caldas Novas, em Goiás, nos dias 12 e 13 de novembro.
O evento retorna para Caldas Novas, em Goiás, nos dias 12 e 13 de novembro. - Crédito: Instagram/@gusttavolima/@maiaraemaraisa/@eaicica/@jorgeemateus

por Caroline Ferreira
Publicado em 19/05/2022 às 18:15
Atualizado às 18:15

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Pioneiro no Brasil, o Caldas Country Festival está confirmadíssimo para 2022, após uma pausa de três anos, em virtude da pandemia de Covid-19. O evento que retorna para Caldas Novas, em Goiás, nos dias 12 e 13 de novembro, está sob nova organização, com identidade visual e conceitos totalmente repaginados. 

Com gravação do DVD 'Deu Rolo in Goiânia', da dupla Guilherme & Benuto, o festival já adiantou para a imprensa em coletiva realizada ontem, 18, os primeiros nomes confirmados no line-up.

Anota aí: Gusttavo Lima, Maiara & Maraisa, Zé Neto & Cristiano, Dennis, Jorge & Matheus, Mato Grosso & Mathias, Pedro Sampaio, Gustavo Mioto e Harmonia do samba. Lembrando que os ingressos começarão a ser vendidos no dia 1º de junho, no site Total Acesso.

"O Novo Caldas Country chega com muitas mudanças e muita coisa nova, mas sempre mantendo a essência e a história de ser o pioneiro em festivais de música sertaneja. A partir de agora o evento se chama Caldas Country Festival, nome que representa toda a sua grandiosidade e pluralidade", explica Douglas Oliveira, da Diverti, empresa responsável pela organização. 

O executivo também reforça que o público já pode esperar por um novo layout, atrações especiais e uma nova pré-festa, com muitas melhorias em todos os setores. A ideia, segundo ele, inclusive para a mudança de nome, caminha lado a lado com a magnitude, grandeza e ascenção, deixando de ser "apenas um show, para ser um dos maiores festivais do país". 

Questionado pelo Famosos e Celebridades sobre qual é a percepção que o público apresenta para o 'comeback' tão grandioso, especialmente nesse período 'pós-pandemia', ele conta que o sentimento é saudade. "Com certeza o sentimento dessa galera é de saudade. A saudade é grande e nós vamos mudar isso, viu? Nós acreditamos no sucesso e na grandeza desse projeto".

Impacto econômico

Por fim, Douglas também explica que serão cerca de 1200 profissionais envolvidos na realização do festival, impactando diretamente os setores do turismo, transporte e alimentação. Vale lembrar que os ingressos adquiridos durante o hiato ocasionado pela pandemia, serão automaticamente válidos para a edição de 2022. 

Leia também