Amber Heard x Johnny Depp: web reage a veredito do júri

Os atores foram condenados por difamação e ambos terão que pagar indenização

Júri condena Johnny Depp e Amber Heard por difamação
Júri condena Johnny Depp e Amber Heard por difamação - Crédito: Instagram/@amberheard/Shutterstock

por Redação/FC
Publicado em 02/06/2022 às 10:00
Atualizado às 10:00

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

O veredito do caso envolvendo os atores Johnny Depp e Amber Heard foi lido no Tribunal do Condado de Fairfax, na Virgínia, nesta quarta-feira, 1.

A atriz de 'Aquaman' foi considerada culpada pelas declarações feitas em um artigo escrito no The Washington Post, em que acusava o ex-marido de abusos.

O júri determinou que ela indenize Depp em US$ 15 milhões (equivalente a R$ 71,9 milhões). Mas Amber vai pagar pouco mais de US$ 8 milhões. O ator de 'Piratas do Caribe' também foi condenado e terá que indenizar a ex-mulher em US$ 2 milhões por difamação

Decepção de Amber

Após a decisão do júri, Amber Heard se manifestou nas redes sociais e confessou que estava decepcionada com o veredito.

"A decepção que sinto hoje vai além das palavras. Estou com o coração partido que a montanha de evidências ainda não foi suficiente para enfrentar o poder, a influência e a influência desproporcionais de meu ex-marido. Estou ainda mais desapontada com o que esse veredito significa para outras mulheres. É um retrocesso. Atrasa o relógio para uma época em que uma mulher que se manifestou e se manifestou poderia ser envergonhada e humilhada publicamente. Afasta a ideia de que a violência contra as mulheres deve ser levada a sério".

"Acredito que os advogados de Johnny conseguiram fazer com que o júri ignorasse a questão-chave da liberdade de expressão e ignorasse evidências tão conclusivas de que vencemos no Reino Unido. Estou triste por ter perdido este caso. Mas estou ainda mais triste porque pareço ter perdido um direito que pensava ter como americana - de falar livre e abertamente", concluiu.

Carta aberta de Depp

Johnny Depp divulgou uma carta aberta em seu perfil no Instagram falando sobre o processo contra a ex-mulher.

"Há seis anos, minha vida, a vida dos meus filhos, a vida das pessoas mais próximas a mim e também a vida das pessoas que por muitos e muitos anos me apoiaram e acreditaram em mim foram mudadas para sempre. Tudo em um piscar de olhos. Alegações falsas, muito sérias e criminais foram feitas a mim através da mídia, o que desencadeou uma enxurrada interminável de conteúdo odioso, embora nenhuma acusação tenha sido feita contra mim. Ele já havia viajado ao redor do mundo duas vezes em um nanossegundo e teve um impacto sísmico na minha vida e na minha carreira", disse ele.

"E seis anos depois, o júri me deu minha vida de volta. Estou verdadeiramente humilhado. Minha decisão de prosseguir com este caso, sabendo muito bem a altura dos obstáculos legais que eu enfrentaria e o inevitável espetáculo mundial em minha vida, só foi tomada após considerável reflexão. Desde o início, o objetivo de trazer este caso era revelar a verdade, independentemente do resultado. Falar a verdade era algo que eu devia aos meus filhos e a todos aqueles que permaneceram firmes em seu apoio a mim. Sinto-me em paz sabendo que finalmente consegui isso. Estou, e tenho sido, oprimido pelo derramamento de amor e pelo colossal apoio e bondade de todo o mundo. Espero que minha busca para que a verdade seja dita tenha ajudado outros, homens ou mulheres, que se encontraram na minha situação, e que aqueles que os apoiam nunca desistam. Também espero que a posição agora volte a ser inocente até que se prove a culpa, tanto nos tribunais quanto na mídia".

"Desejo reconhecer o nobre trabalho do juiz, dos jurados, da equipe do tribunal e dos xerifes que sacrificaram seu próprio tempo para chegar a este ponto, e à minha equipe jurídica diligente e inabalável que fez um trabalho extraordinário ao me ajudar a compartilhar a verdade. O melhor ainda está por vir e um novo capítulo finalmente começou. A verdade nunca perece", completou.

Web reage ao julgamento

Nas redes sociais, os internautas repercutiram ao veredito do júri e muitos comemoraram o fato de Depp ter provado que estava falando a verdade. Teve quem também não concordou com a decisão e internautas que não achavam certo ficar do lado de nenhum dos astros. 

Audiência bate record

O veredito do caso de Johnny Depp x Amber Heard foi transmitido ao vivo nesta quarta-feira, 1, e bateu recorde de audiência, superando o número alcançando por Marília Mendonça.

3.5 milhões de pessoas assistiram ao julgamento dos atores, já a live de Marília no YouTube teve 3.3 milhões de visualizações. Na época, o feito inédito da eterna rainha da sofrência virou destaque no jornal norte-americano "The New York Times".

Leia também