Mc Kevin morre após cair do 5º andar de prédio no Rio

Informação da Secretaria de Saúde do Rio foi divulgada por volta das 21h45

Após a queda, cantor foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu.
Após a queda, cantor foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu. - Instagram: @mckevin

por Caroline Ferreira
Publicado em 16/05/2021 às 23:03
Atualizado às 11:08

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

O funkeiro MC Kevin, de 23 anos, faleceu na noite deste domingo (16) após cair do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada em nota pela Secretaria de Saúde do Rio. 

Mc Kevin
O funkeiro foi levado em estado grave para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu. Crédito: Instagram/@mckevin

De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, o jovem foi levado em estado grave para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu.

Há duas semanas, o cantor se casou com a advogada Deolane Bezerra em uma praia do Méximo. Após a notícia da morte, ela compartilhou uma homenagem ao marido. "Você é e sempre será o amor da minha vida. O amor mais lindo que tive, o homem que mais me amou e me admirou. Vai com Deus meu menino. Eu sempre vou te amar!", escreveu.

Carreira

Kevin nasceu na Vila Ede, Zona Norte de São Paulo, e ficou conhecido por sucessos como "O menino encantou a quebrada", "Cavalo de Troia", além de dividir canções ao lado de artistas como MC Guimê e Igu. No Spotify, o funkeiro somava quase 1,8 milhão de ouvintes mensais. Um dos maiores sucesso é "Vergonha pra Mídia", em parceria com outros cantores da nova geração do funk em São Paulo.

Nos últimos anos, Kevin chegou a se envolver com algumas polêmicas. Uma delas foi neste ano, quando policiais militares se sentiram ofendidos após publicações nas redes sociais do cantor. Já em maio de 2020, ele foi alvo de uma denúncia de moradores do condomínio onde morava, em Mogi das Cruzes, por não ter respeitar o isolamento social diante da pandemia do Coronavírus. Em 2019, foi preso em um hotel de Belo Horizonte por consumo de drogas. Em 2 de abril de 2021, o jovem lançava a canção "Minha Última Música", no YouTube. Confira:

Leia também