Famosos lamentam a morte da jornalista Cristiana Lôbo

A jornalista da GloboNews lutava contra um câncer e estava internada em São Paulo para tratar uma pneumonia

Cristiana Lôbo começou sua carreira cobrindo política em Goiás, estado em que nasceu.
Cristiana Lôbo começou sua carreira cobrindo política em Goiás, estado em que nasceu. - Divulgação: TV Globo/Sérgio Seiffert

por Caroline Ferreira
Publicado em 11/11/2021 às 14:00
Atualizado às 14:00

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Em decorrência de um mieloma múltiplo, do qual se tratava há alguns anos, Cristiana Lôbo, jornalista e colunista de política, morreu nesta quinta-feira (11). O diagnóstico foi agravado por uma pneumonia, de acordo com as informações do G1.

Aos 64 anos, ela estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo, e deixa marido, dois filhos e dois netos. 

Com mais de 30 anos de carreira, Cristiana começou sua trajetória cobrindo política em Goiás, estado em que nasceu, até se mudar para Brasília. Após ser contratada pelo jornal "O Globo", ela foi setorista do Ministério da Saúde e acompanhou de perto as ações do Ministério da Educação. 

Depois de 13 anos no jornal, Lôbo assumiu a coluna política do "Estado de S.Paulo". Em 1997, fez sua estreia na GloboNews, integrando o time de comentaristas do Jornal das Dez.

Jornalistas e famosos lamentaram a morte

"Para mim, além de uma jornalista, colunista de política, era uma das mulheres mais íntegras, amiga, era gostoso de conversar com ela, ela tinha um carinho... Sinto muito, mesmo, por essa perda. Você vai fazer muita falta nos nossos corações", disse Ana Maria durante o Mais Você

"Vou falar de uma colega de trabalho que foi também uma amiga, uma pessoa que eu admirava demais. Todo o nosso carinho para a família, para os amigos da Cris, e também para os nossos colegas e amigos do G1 e da GloboNews", comentou Patrícia Poeta.

"Ela fez com que política ficasse mais fácil pra gente", comentou Marcelo Serrado, um dos convidados do Encontro.

Leia também