Filho de Solange Almeida abre o jogo após perder 75 kg: "hoje sou notado"

Após ser diagnosticado com obesidade mórbida, o jovem passou pela cirurgia bariátrica em 2019

Recentemente, o artista lançou sua primeira canção, inspirada em Juliette Freire.
Recentemente, o artista lançou sua primeira canção, inspirada em Juliette Freire. - Instagram: @euraalmeida

por Caroline Ferreira
Publicado em 03/05/2021 às 10:49
Atualizado às 10:49

COMPARTILHEFacebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

Em entrevista à Quem, Rafael Almeida, filho da cantora Solange Almeida, que está se lançando como cantor sertanejo, comentou sobre a cirurgia bariátrica realizada em 2019 que o levou a perder 75 quilos. Na época, ele saiu dos 151 kg para 76 kg. 

"Perdi 75 quilos, a metade do que sou hoje. Muita gente pensa que foi fácil porque foi fácil porque fiz a cirurgia. Tntei por muitos anos perder peso de forma natural, mas não conseguia. Fui diagnosticado com obesidade mórbida. Não tinha força para nada. A cirurgia acabou sendo um empurrão, mas o que me ajudou mesmo foi fazer terapia um ano antes. Já entrei me achando magro na sala de cirurgia e logo depois de um mês, comecei a fazer atividade física. Ainda como umas porcarias, mas hoje me exercito", contou.

Mais do que a saúde, a perda de peso impactou na autoestima do jovem que não se sentia notado com o peso anterior. "Já tinha um pouco de gordura no fígado, era pré- diabético, estava com colesterol alto... Isso tudo ia pesar lá na frente e me motivou a emagrecer. Depois que emagreci, passei a ter disposição para exercícios e a aparência impactou na paquera e até no ambiente profissional. Antes ninguém me notava ou dava bola. Eu ficava de canto. Sofri muito com isso. Hoje sou notado. Digo que comecei a viver de uns dois anos para cá. É surreal como a aparência ainda é importante no mundo de hoje", explica e brinca: "O assédio que vem é muito grande. Quem não gosta de receber um elogio, ouvir que é bonito, ser paquerado. O único problema é que eu tenho dedo podre para escolher". 

Carreira musical embalada no sertanejo pop

Para dar início a carreira musical, Rafael lançou uma canção inspirada em Juliette Freire e em todas as mulheres que se identificam com ela. A música, batizada de "Sotaque", é a primeira aposta do cantor.

"Fiquei com o coração na mão quando vi que ela estava sozinha pelos cantos e ainda sendo discriminada pelo sotaque. Fui para o meu quarto e comecei a compor imaginando como seria se eu estivesse namorando uma pessoa igual a Juliette, dizendo que independentemente do jeitinho estabanado e adoidado dela, até a pessoa mais reservada do mundo ia se apaixonar por ela e torcer para ter uma filha igualzinha a ela!", explicou. 

O jovem também lembra que sua história com a música começou na adolescência, quando ele fez a primeira composição aco ganhar um violão do pai, escondido da mãe, que queria que ele se dedicasse apenas aos estudos.

"Minha mãe ficou doida quando ficou sabendo porque achava que eu ia me desvirtuar dos estudos. Comecei a compor para mostrar que aquilo não era passageiro, que eu ia ser alguém e ter a minha história também".

Hoje ele coleciona canções que já se tornaram grandes sucessos do Calcinha Preta, Jonas Esticado e Yasmin Santos, por exemplo. 

Leia também