MC Gui é condenado a indenizar motorista de app em R$12 mil

Nas redes sociais, o cantor chamou o motorista de 'ladrão'; entenda

O comentário de MC Gui foi feito em 2020, em seu perfil no Instagram.
O comentário de MC Gui foi feito em 2020, em seu perfil no Instagram. - Crédito: Instagram/@mcgui

por Caroline Ferreira
Publicado em 24/05/2022 às 10:30
Atualizado às 10:30

Facebook Famosos e CelebridadesPinterest Famosos e Celebridades

MC Gui foi condenado na última sexta-feira, 20, a pagar R$ 12 mil de indenização ao motorista de Uber, Alef Santos da Conceição, após acusá-lo nas redes sociais de ser um 'ladrão de muamba e de cesta básica', segundo informações do Jornal O Globo. 

O comentário do funkeiro foi feito em fevereiro de 2020, no Instagram do músico. Na época, o artista diz na gravação que havia solicitado um carro por aplicativo para transportar doações, mas que o motorista cancelou a viagem e ficou com todo o carregamento.

No entanto, as doações foram devolvidas ao cantor pelo próprio motorista depois da publicação do vídeo, já deletado do perfil. Alef alega que, ao chegar ao destino, não havia ninguém para receber as doações.

A juíza Luciana Antoni Pagano à frente do caso, afirma que existiam outros meios de MC Gui resolver a questão sem expor o motorista na internet, onde teve sua imagem compartilhada.

"E da situação narrada nitidamente se extrai que configurou mais do que mero transtorno ou aborrecimento cotidiano, atingindo a honra e a personalidade do ofendido, razão pela qual caracterizado dano moral indenizável, a ser arcado pelo requerido (autor das postagens)", escreveu a juíza.

Leia também