Connect with us

O que você está procurando?

Música

Equipe de Pabllo Vittar se manifesta sobre acusação de plágio

O cantor e compositor Herlomm Diosly dos Reis Silva acusa a cantora de plágio pela música “Ama, Sofre, Chora”; ação pede R$ 1 milhão

Pabllo Vittar é acusada de plágio - Crédito: Instagram/@pabllovittar
[PAGE TITLE]

Um dos grandes sucessos de Pabllo Vittar, a música ‘Ama, Sofre, Chora’, do álbum ‘Batidão Tropical’ (2021), se tornou alvo de um processo de plágio. O autor do processo é o cantor e compositor Herlomm Diosly dos Reis Silva, que acusou a cantora de plagiar sua música ‘Amar, Sofrer, Chorar’.

Segundo a colunista Fábia Oliveira, do Em Off, o compositor alega ter registrado a melodia de sua canção em 13 de junho de 2019, na plataforma chamada ‘musicasregistradas.com’, e também publicou um vídeo em seu canal do YouTube com o videoclipe da música. Já no dia 8 de janeiro de 2021, Pabllo teria publicado em seu canal o videoclipe do novo hit.

Herlomm afirmou que assim que ouviu o trabalho da cantora identificou trechos com o mesmo sentido da sua composição original, não apenas no título e melodia, mas também na letra, já que as duas canções falam sobre um amor não correspondido.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O compositor entrou com uma ação e pediu uma indenização a título de danos materiais, e quer receber todos os valores referentes aos lucros obtidos com a música de Pabllo, pelo prazo em que estiver vivo e mais sessenta anos depois de sua morte. Foi solicitado aos réus que apresentem nos autos os comprovantes de tudo que lucraram com a canção que supostamente foi plagiada. Ele ainda alega que a conduta da famosa e sua equipe causou um incontestável dano moral. O valor da causa é de R$ 1 milhão.

Comunicado da equipe de Pabllo Vittar:

Após a acusação de Herlomm Diosly dos Reis Silva, a equipe de Pabllo se manifestou através de uma nota.

“A equipe da artista Pabllo Vittar vem, através deste comunicado, informar que tomou conhecimento pela mídia digital, que existe uma acusação de plágio referente à obra ‘Ama Sofre Chora’, de autoria de Rodrigo Gorky, Pablo Bispo, Arthur Marques, Arthur Pampolin Gomes e Guilherme dos Santos Pereira.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Em que pese não tenha recebido nenhuma notificação ou citação até o presente momento, a artista, através de sua equipe, examinou a gravação da obra alegadamente plagiada e verificou que não existe nenhuma hipótese de ocorrência de plágio, visto que as obras musicais são totalmente distintas, nada existindo que possa, minimamente, levar a essa conclusão.

Neste sentido, este comunicado serve para esclarecer que a artista Pabllo Vittar não cometeu nenhum tipo de violação a direito autoral e não compactua com a apropriação indevida de qualquer espécie de propriedade intelectual. Trata-se de evidente acusação leviana, sem qualquer fundamento, a qual será devidamente contestada no momento oportuno.”

Advertisement. Scroll to continue reading.
Advertisement

Você também vai gostar

Notícias

Ícone do Rock, Tommy Lee viralizou na web ao compartilhar nu frontal com fãs e seguidores; confira

Notícias

Relembre abaixo as polêmicas no romance de do jogador Éder Militão com a influenciadora digital Karoline Lima

Notícias

A suposta traição teria acontecido no arraiá promovido pelo jogador de futebol em sua mansão em Mangaratiba

Notícias

João Gomes e Duda Wendling curtiram juntinhos o aniversário empresário Ulisses Jorge na noite desta terça-feira, 9