Connect with us

O que você está procurando?

Notícias

Rita Lee: entenda as causas do câncer de pulmão, doença vencida pela cantora

Artista foi internada na madrugada desta sexta-feira (24), em São Paulo

Rita Lee: entenda as causas do câncer de pulmão, doença vencida pela cantora
Rita Lee: entenda as causas do câncer de pulmão, doença vencida pela cantora - Foto: Instagram/@ritalee_oficial

A cantora Rita Lee foi internada na madrugada desta sexta-feira (24), em São Paulo. A família da artista atualizou o estado de saúde dela durante a tarde, dizendo que a hospitalização é comum por conta do tratamento oncológico pelo qual a cantora passou. Afinal, Rita se curou de um câncer de pulmão no ano passado.

“Como qualquer pessoa que passou ou que passa por tratamento oncológico, internações para exames e avaliações podem ser necessárias. A família agradece o carinho, certa do respeito à privacidade, como estabelecido desde o início”, publicou a família no Instagram oficial de Rita Lee.

Saiba mais sobre o câncer vencido por Rita Lee

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os tumores pulmonares seguem no topo do ranking das doenças oncológicas que mais matam todos os anos. O Instituto Nacional do Câncer (INCA), registrou no Brasil mais de 30 mil diagnósticos da doença neste ano.

Segundo a Dra. Mariana Laloni, oncologista do CPO Oncoclínicas, grande parte dos pacientes com câncer de pulmão apresenta sintomas relacionados ao próprio aparelho respiratório.

“Os sinais de alerta são tosse, falta de ar e dor no peito. Em outros casos, a pessoa pode perder pesos e sentir fraqueza. Cerca de 15%, o tumor é diagnosticado por acaso, quando o paciente realiza exames por outros motivos. Por isso, a atenção aos primeiros sintomas é essencial para que seja realizado o diagnóstico precoce da doença, o que contribui amplamente para o sucesso do tratamento”, diz, sobre a doença vencida por Rita Lee.

Além disso, a médica comenta ainda que existem dois tipos principais de câncer de pulmão: carcinoma de pequenas células e de não pequenas células. “O carcinoma de não pequenas células corresponde a 80 a 85% dos casos e se subdivide em carcinoma epidermóide, adenocarcinoma e carcinoma de grandes células. O tipo mais comum no Brasil e no mundo é o adenocarcinoma e atinge 40% dos doentes”, destaca.

Tabagismo ainda é a principal causa de câncer no pulmão

Sobre as causas da doença combatida por Rita Lee, o tabagismo segue sendo o grande responsável pelo câncer de pulmão. E, por mais que a OMS tenha reconhecido o Brasil como um exemplo no combate ao cigarro, nós temos um dos maiores índices fumantes do mundo.

De acordo com a especialista, parar de fumar está entre as formas mais eficazes de se prevenir contra o câncer de pulmão, além de doenças cardíacas, doença pulmonar obstrutiva crônica, pneumonia, AVC (acidente vascular cerebral) e complicações severas decorrentes da contaminação pela Covid-19.

Fontes: Dra. Mariana Laloni, oncologista do CPO Oncoclínicas e Dr. Gabriel Novaes de Rezende Batistella, médico neurologista e neuro-oncologista, membro da Society for Neuro-Oncology Latin America (SNOLA).

*A publicação deste texto foi feita originalmente por Saúde em Dia, parceiro de Famosos e Celebridades, pela Astral Digital.

Advertisement

Você também vai gostar

Famosos de A a Z

De astros a anônimos, conheca os jogadores de futebol que faliram

Famosos de A a Z

Descubra famosos que são brasileiros ou possuem raízes do Brasil que fazem sucesso pelo mundo

Famosos de A a Z

Giovanna Lancellotti é amiga de Bruna Marquezine e João Guilherme e opinou sobre o romance

BBB

A ex-BBB surpreendeu ao comentar sobre suas amizades com o fim do reality