Connect with us

O que você está procurando?

Música

Além de Anitta: saiba outros brasileiros que foram indicados ao Grammy

Outros artistas brasileiros também fizeram história no maior prêmio da música

Além de Anitta: saiba outros brasileiros que foram indicados ao Grammy
Além de Anitta: saiba outros brasileiros que foram indicados ao Grammy - Fotos: Divulgação

O Grammy 2023 acontece neste domingo, 5 de fevereiro, e a torcida brasileira está apoiando Anitta em sua primeira indicação. Concorrendo na categoria “Artista Revelação do Ano”, o nome da cantora foi parar nos assuntos mais comentados no Twitter, mencionando o feito de Anitta como “histórico”.

Entretanto, é importante destacar que antes do sucesso da dona do hit “Girl From Rio”, outros brasileiros também foram indicados ao maior prêmio da música. Por isso, separamos todos eles para você ficar sabendo um pouco mais sobre o histórico brasileiro no prêmio.

Laurindo de Almeida

No fim dos anos 50, já entrando nos anos 60, Laurindo de Almeida se tornou o primeiro brasileiro da história a concorrer e vencer um Grammy. Na época, ele concorria ao prêmio de “Melhor Engenharia de Álbum Clássico”. Em 1960, ele voltou a ser indicado para “Melhor Performance Instrumental de Solista”, mas, dessa vez, não conquistou o gramofone de ouro.

Um ano depois, agora em 1961, Laurindo voltou à lista de indicados em duas categorias — e venceu nas duas! Levando então os prêmios de “Melhor Performance Instrumental de Solista sem Orquestra” e “Melhor Performance de Música de Câmara.

Astrud Gilberto

A primeira mulher brasileira a ser indicada ao Grammy. Assim como Anitta, ela concorreu ao prêmio de “Artista Revelação”. Entretanto, o que ela levou para casa mesmo foi “Melhor Performance Feminina Pop”, com a versão em inglês de “A Garota de Ipanema”.

João Gilberto

Em 1965, o cantor concorreu ao prêmio de “Melhor Performance Pop Masculina” e “Álbum do Ano” — que garantiu um gramofone de ouro para o artista.

Tom Jobim

Também em 1965, Tom Jobim perdeu o prêmio de “Artista Revelação” para ninguém mais ninguém menos do que os Beatles. Entretanto, a sorte veio no ano seguinte, quando ele conquistou o Grammy de “Melhor Álbum de Jazz Latino”.

Eumir Deodato

Dez anos depois da vitória de Jobim, o pianista conquistou o prêmio de “Melhor Performance de Pop Instrumental”. No ano seguinte, acabou sendo indicado novamente, mas dessa vez como “Artista Revelação”. Entretanto, não conquistou o prêmio.

Morris Albert

Em 1976, Morris foi indicado ao mesmo prêmio que concorre Anitta, como “Artista Revelação”. Entretanto, não levou o gramofone de ouro para casa.

Roberto Carlos

Quase dez anos depois, Roberto Carlos foi indicado ao prêmio de “Melhor Performance Mexicana-Americana”, por sua versão em espanhol da música “O côncavo e o convexo”. Entretanto, ele só foi ganhar o prêmio em 1989, na mesma categoria, que agora se chamava “Melhor Performance de Pop Latino”.

Sérgio Mendes

Em 1993, o artista conquistou o gramofone de ouro na categoria “Melhor Álbum de Música Global”.

Milton Nascimento

O ano era 1995 e Milton Nascimento foi indicado para a categoria “Melhor Álbum de Música Global”. A vitória só viria em 98, na mesma categoria, mas dessa vez com o álbum “Nascimento”.

Caetano Veloso

Assim como seus colegas de MPB, Caetano levou o “Melhor Álbum de Música Global”.

Gilberto Gil

Em 1999, Gilberto Gil conquistou o Grammy de “Melhor Álbum Contemporâneo de Música Global”. Outra vitória viria na mesma categoria em 2006. Aliás, Gil recebeu mais cinco indicações para o prêmio: em 2002, 2008, 2009, 2016 e 2017.

Alex Klein

O maestro brasileiro Alex Klein, de Porto Alegre, venceu na categoria Melhor Performance Instrumental Solo (com Orquestra).

Céu

A cantora recebeu sua indicação na categoria de “Melhor Música Global.

Luciana Souza

A jazzista brasileira foi indicada ao prêmio sete vezes e conquistou um gramofone de ouro em 2008, na categoria “Álbum do Ano”.

Trio Corrente

Em 2014, o grupo de samba e jazz conquistou o Grammy de “Melhor Álbum de Jazz Latino”.

Eliane Elias

Com dois Grammys no currículo, a pianista conquistou o prêmio de “Melhor Álbum de Jazz Latino” em 2016 e em 2017.

Diego Figueiredo e Cyrille Aimée

Eles foram indicados em 2020 na categoria de “Melhor Arranjo Instrumental com Acompanhamento de Voz”.

Thalma de Freitas

No mesmo ano, Thalma recebeu sua indicação na categoria “Melhor Álbum de Jazz Latino”.

Bebel Gilberto

Em sua carreira, Bebel foi indicada três vezes na categoria “Melhor Álbum de Música Contemporânea Global”. Além disso, a artista também concorreu ao prêmio de “Melhor Álbum de Música Global, em 202.

Flora Purim

Por fim, não podemos de destacar outra artista que está na lista de indicados ao Grammy 2023. A cantora carioca concorre na categoria de “Melhor Álbum Latino de Jazz”.

Advertisement

Você também vai gostar

Famosos de A a Z

Gracyanne Barbosa confessou ter traído Belo após 16 anos juntos; saiba com quem foi a traição

Famosos de A a Z

Fernanda Paes Leme afirmou que Bruno Gagliasso se afastou dela

Música

Festival de música eletrônica acontece em outubro, no interior do estado de São Paulo

Famosos de A a Z

Simone e Simaria colocaram fim na dupla sertaneja em 2022